Acadêmicos e professores do curso de Fisioterapia usam a Telereabilitação para orientar pacientes

Em decorrência da pandemia do COVID-19, o distanciamento social passou a ser algo necessário no combate a disseminação do vírus e isso influenciou também a forma como se ensina e aprende. No estágio do curso de Fisioterapia a opção há um mês tem sido utilizar estratégias para que os acadêmicos não deixassem de aprender e a comunidade não ficasse desassistida de atendimento.

 

A opção encontrada é a telereabilitação, que segundo a Profª Me. Adriane Bertotto, a Profª Dra Lidiane Filippin e o Prof. Me. Fabrício Duarte têm auxiliado muito aos pacientes que nesse período não podem sair de casa. Os professores também são orientadores do estágio e explicam que a adaptação é uma estratégia que tem sido bem aceita pelos usuários do serviço e também pelos alunos.

 

“O retorno dos atendimentos com nossos pacientes neste momento tem muito importância, a primeira é que o paciente se sente acolhido pela instituição, a segunda, é que a grande maioria dos pacientes estavam sem realizar nenhum exercício, pois não se sentem capazes de retomar os exercícios de reabilitação sem orientação profissional e isso, conseguimos realizar à distância com algumas adaptações”, afirmam as professoras.

 

Os professores explicam que os alunos realizam os atendimentos por meio de videochamadas através do Google Meet, na qual o fisioterapeuta preceptor da LaSalle Saúde, um docente supervisor do estágio e dois alunos entram ao vivo com o paciente e realizam a consulta. “Durante a consulta os acadêmicos oferecem orientações sobre a patologia do paciente e também sobre o distanciamento social, a importância da manutenção durante esse período e da higiene”, ressalta Duarte.

 

Todos os usuários envolvidos no teleatendimento já eram pacientes presenciais da La Salle Saúde, cujo os fisioterapeutas, enquanto preceptores nos teleatendimentos oportunizam aos alunos e supervisores  realizarem em conjunto esse atendimento. Assim, o objetivo dos acadêmicos é que ao mesmo tempo que adquirem experiência também prestam um serviço à comunidade.

 

Mas o que é a telereabilitação?

 

A telereabilitação é um método inovador, alternativo e autorizado pelo Conselho Federal de Fisioterapia que permite acesso remoto à equipe de reabilitação utilizando informação e tecnologias de telecomunicação através de câmeras e softwares (RESOLUÇÃO Nº 516, DE 20 DE MARÇO DE 2020 – Teleconsulta, Telemonitoramento e Teleconsultoria).

O método propicia interação em tempo real, através de vídeo e áudio, permitindo a comunicação entre o paciente e o fisioterapeuta a distância. Se aplica à pacientes que tenham acesso a ferramenta de comunicação com o fisioterapeuta, pacientes que necessitem de informações/orientações acerca do seu estado/condição de saúde e que estejam cognitivamente bem para que possa compreender a interação com o fisioterapeuta.

POSTS RELACIONADOS

12/jul

Bolsas Socioeconômicas Pós-Graduação 2021/2

Não conseguiu se matricular no primeiro [...]
8/jul

Escola de Saúde La Salle | Santa Casa celebra um ano

Perspectiva é de ampliação da parceria [...]
6/mai